Pág. Inicial Notícias Santuário da Penha une-se ao Papa Francisco pela Paz na Ucrânia

Santuário da Penha une-se ao Papa Francisco pela Paz na Ucrânia

O Santuário da Penha junta-se ao Papa Francisco na consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria. Na sexta-feira, dia 25 de março, o Reitor do Santuário Mariano da Montanha da Penha, Pe. Carlos Lopes Sousa, convida todos os cristãos vimaranenses a associarem-se ao momento de oração para pedir a paz no mundo.

O Santuário da Penha responde positivamente ao apelo feito pelo Papa Francisco, que convidou todos os católicos a unirem-se à consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria, na sexta-feira, dia 25 de março. Assim, neste dia, entre as 15h00 e as 17h00, o Santuário da Penha promove um momento de oração em comunhão com o Papa Francisco, que vai presidir ao ato de consagração que decorrerá a partir das 17h00 (menos uma em Lisboa), durante a Celebração da Penitência, na Basílica de São Pedro.

«Neste momento de dor e sofrimento para tantas famílias ucranianas e depois de recentemente termos sido palco da visita da Virgem Peregrina de Fátima, além da nossa união permanente ao Papa Francisco, que concedeu aos peregrinos da Penha indulgência plenária, não poderíamos deixar de nos unir a este urgente, pertinente e assertivo apelo de estar em comunhão e cumprir um solene ato de consagração da humanidade, especialmente da Rússia e da Ucrânia, ao Coração Imaculada de Maria, “para que Ela, Rainha da Paz, obtenha a paz para o mundo”, tal como formulou o Papa Francisco», justifica o Reitor do Santuário da Penha, Padre Carlos Lopes Sousa.

Recorde-se que à mesma hora, durante a recitação do Rosário na Capelinha das Aparições, o ato vai ser realizado em Fátima pelo cardeal Konrad Krajewski, esmoler pontifício, como enviado do Papa.

A Conferência Episcopal Portuguesa anunciou, em comunicado, a intenção dos bispos diocesanos de se associarem à celebração, marcando presença na Cova da Iria.

O Papa Francisco convidou, na última sexta-feira, os bispos e padres de todo o mundo a unirem-se a si, nesta consagração.

A 25 de março de 1984, o Papa São João Paulo II presidiu à consagração do mundo ao coração de Maria, no Vaticano, diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima, venerada na Capelinha das Aparições, a mesma que, em 2000, colocou entre os bispos de todo o mundo, consagrando-lhe o terceiro milénio.

O testemunho dos videntes de Fátima regista que, na aparição de 13 de julho de 1917, Nossa Senhora lhes disse: «Para impedir a guerra virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos Primeiros Sábados».